sábado, 25 de setembro de 2010

EXTINTA COLETORIA ESTADUAL DE MARTINS

A extinta Coletoria Estadual foi criada pela Lei Provincial n° 516, de 16 de agosto de 1862 e ato de 3 de setembro de 1862, até 30 de abril de 1918, quando substituída pela Mesa de Rendas, em virtude do decreto nº 65, de 7 de julho de 1917. A instalação da nova repartição efetuou-se a 30 de abril de 1918, compreendendo Martins (sede), Portalegre e Patu. Na solenidade falaram os senhores Manoel Seabra, Miguel Pinheiro e Antônio Benicio de Faria. Assumiram suas funções FRANCISCO F. ARAÚJO, adminustrador da MESA; MANUEL A. SEABRA, Escrivão; e MANUEL PINHEIRO, GUARDA. Posteriormente passou a ser denominada de COLETORIA ESTADUAL, cuja repartição foi extinta em 1995

SERVIDORES PERÍODO
Francisco F. Araújo
Francisco Sérgio de Paiva - Adm. 1927
Reynaldo Mendes Barbosa - Adm. 1940 / 1944
Manoel de Melo Montenegro Barreto - Adm.
Raimundo Galdino de Lucena
Fernando Costa - Coletor
Antônio Lopes Filho - Coletor
Manoel A. Seabra de Melo - Ag. Fiscal
José Danilo Barreto - Ag. Fiscal
José Pinheiro de Souza - Ag. Fiscal
Manoel dos Santos Rosa - Ag. Fiscal
Jacinto Arruda Câmara - Ag. Fiscal
Manoel Barreto de Medeiros - Ag. Fiscal
Nilo Santiago de Freitas - Ag. Fiscal
Francisco de Oliveira Costa - Ag. Fiscal
Francisco Fernandes dos Santos - Ag. Fiscal
Antônio Corsino de Oliveira - Ag. Fiscal
Edilson de Oliveira Andrade - Ag. Fiscal
FONTE:LIVRO DE MARTINS E SITE DE MARTINS

Nenhum comentário:

Postar um comentário